20 Anos sem Raul Seixas

No dia 21 de agosto de 1989, era encontrado num apartamento na Rua Frei Caneca, em São Paulo, o corpo de Raul Seixas. O cantor baiano tinha apenas 44 anos, e morreu vítima de uma pancreatite, provocada por anos de abuso de álcool. Mesmo após vinte anos de sua morte, o interesse do público pela obra do músico não dá mostras de ter diminuído. Tanto que, até hoje, o grito ‘Toca Raul’ – meio a deboche, meio a sério – ainda é ouvido por aí.

Raul Seixas cantava rock numa época em que isso era quase uma excentricidade no Brasil. Mas, ao mesmo tempo em que era fã de Elvis Presley, também admirava o baião de Luiz Gonzaga. Sempre foi um artista essencialmente popular, e isso, ao mesmo tempo em que proporcionou uma identificação com o público que continua mesmo após a sua morte, também lhe valeu o desprezo de boa parte da crítica.

Para ler a matéria completa, clique aqui

rodape

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: